sábado, 31 de julho de 2010

MEDEGAN FAGLA JEROME NO PRIMEIRO CONGRESSO SOBRE ANEMIA FALCIFORME


trocando impressões com especialistas a vários níveis e de diferentes países (nas fotos, do Brasil e de Angola) para se procurar uma saída para o impasse que faz demorar a chegada do fármaco VK 500 ao mercado
>

Medegan Jerome e o efeito vuvuzela
Na recém-terminada Copa do Mundo de Futebol, na África do Sul, a vuvuzela – uma corneta inspirada num instrumento da tradição zulu e que produz um barulho contínuo e irritante – emergiu como o patinho feio que foi capaz de desencadear violentas manifestações de condenação mas acabou convertido na grande vedeta da prova, apenas superada pela glória da vencedora Espanha.
Extrapolando a imagem para o também acabado de realizar primeiro Congresso Mundial sobre Anemia Falciforme, em Accra, pode dizer-se o mesmo de Medegan Fagla Jerome, o pesquisador do Benin que se desunha para convencer o mundo da eficácia da sua invenção, o VK 500. O homem é a síntese perfeita da história comovente do patinho feio, que todos olham com desdém e desconfiança, mas que, indo a fundo, acaba afinal por reunir um potencial soberbo que altera os dados da equação. Como dizia Antoine de Saint-Exupery, “o essencial para a vida é invisível aos olhos”.
Para o selecto e inacessível mundo dos que detêm o poder na intrincadíssima indústria farmacêutica, o beninense é figura com quem não há tempo a perder. Da mesma maneira como se olhou para a vuvuzela, desprezível instrumento tocado só para estragar o refinamento do espectáculo nos estádios, no fim de tudo, tivemos o mundo rendido ao estranho charme da corneta e agora o mundo do futebol já não passa sem a sua fúria ruidosa.
Para o caso, está visto não são os pares de Medegan Fagla Jerome os que o vão reabilitar: será a inevitabilidade do reconhecimento, por contínuo e consistente trabalho carregado de evidências clínicas, mais o essencial ensaio com uma amostra representativa de pacientes, que colocará ponto final a uma polémica que pode ter no fundo o cheiro dos cifrões.
O certo é que, do lado dos doentes, de Angola ao Brasil, de Moçambique ao Canadá, da Alemanha à RDC, todos os que se cruzaram alguma vez no caminho do beninense, têm-no como a sua vedeta e as centenas de mails com que entopem o correio electrónico do autor destas linhas e do próprio médico, encorajando-o a seguir em frente por ser ele a sua grande esperança, parecem dizer alguma coisa.
Espera-se então, com grande ansiedade, que tenha lugar o decisivo ensaio, para se aferir da eficácia (ou não) do VK 500. Se passar ao teste, é óbvio que pode abrir-se o caminho para a última batalha, que custa a prever como terminará.

2 comentários:

Angela Freemane disse...

Houve um monte de dúvidas sobre a cura da aids hiv, eu também estava duvidaram, mas agora eu tenho a acreditar que o milagre que eu recebi também pode ser de grande ajuda para o mundo. Meu nome é Angela meu email é angelafreeeman@gmail.com Eu vivi com esta doença mortal por mais de um ano, o meu marido descobriu que estávamos ambos HIV positivo. Tentamos por todos os meios para viver nossas vidas, apesar de essa coisa no nosso corpo é somente quando nós tropeçavam este poderoso herbalista que ele retratou cura. No início, estávamos mais cético, mas meu marido insistiu em dar-lhe uma tentativa e pedimos para algumas de suas ervas e algumas semanas após a conclusão do processo devido a este fitoterapeuta, fomos para um teste como também dissemos, nós foram esmagados felicidade quando recebi os resultados na clínica. A taxa de vírus no corpo e caiu dentro de algumas semanas, fomos completamente cicatrizado. Também perguntou por que ele não veio para o mundo que ele tinha a cura e ele disse que fez em 2011, mas foi rejeitada pela equipe de pesquisa internacional. A coisa mais importante é para você ser curado, se você quer saber sobre esta chamada fitoterapeuta em +2349032913215 ou e-mail: odincurahiv@gmail.com ou odincurahiv@outlook.com

Herbal life disse...

Estou muito feliz em compartilhar esta grande notícia sobre um grande e poderoso Herbalist Odin Ordia que me curou desta doença mortal (HIV / AIDS e diabetes), eu sofria de doença por mais de 8 anos, Felizmente para mim eu estava navegando na Internet quando vi uma mulher depor sobre um homem poderoso e grande (Odin Ordia), que tem ajudado a curar muitos de doenças mal e por isso ela também mencionou que esse mesmo homem pode igualmente curar e curar qualquer doença com a medicina herbal, assim, sem desperdiçar mais vez que em contato com ele no e-mail, ela acrescentou ao depoimento sobre (odincurahiv@gmail.com) Expliquei todos os meus problemas com ele, ele então respondeu e e me aconselhou a não se preocupar que ele vai me ajudar a preparar um medicamento à base de plantas e ele vai enviá-lo para mim via correio. Ele também me deu instruções sobre como usar depois que eu comecei a sentir mudanças no meu corpo sistema, mais tarde eu fui ao hospital para consulta médica e para minha surpresa eu estava completamente curado. Estou muito feliz que eu estou seguro desta doença com a ajuda de DR. Odin Ordia. Pode chegar a mim pelo meu endereço de e-mail em susdykes@gmail.com